Os dois edifícios contíguos de Moura Coutinho em plena Avenida da Liberdade encontram-se já com a fachada adulterada e em mau estado. Foi a alteração das fachadas e de volumetrias em "reabilitações passadas", que levou à desclassificação deste topo norte da Avenida da Liberdade.
Numa altura em que se discute e projeta a reabilitação do edificado do centro histórico, convém que a Câmara Municipal de Braga comece a questionar para cada projeto, se estamos perante uma reabilitação ou uma desclassificação do edificado histórico?

Imagens da época



Alçado Principal


Estado atual dos dois edifícios